O Clube
  Como nasceu
 
  Órgãos Sociais
 
  Os Sócios
 
  Estatutos
 
  Regulamento interno
 
  Comunicados
 
  Protocolos / Parcerias
 
Imprensa
 
Galeria de Fotos
 
Produtos
 
Contactos
 
Links
 
Arquivo
 
XVIII Passeio TT - 21 de Outubro


 


 
 

Estatutos

Artigo 1º
A Associação adopta a denominação de “Associação Trilhos do Estreito”, e tem a sua sede na freguesia do Estreito, Concelho de Oleiros.

Artigo 2º
A Associação tem por objectivo organizar, divulgar, promover, desenvolver, apoiar actividades culturais, desportivas, turísticas, recreativas, e sociais, passeio turísticos TT, passeios pedestres e protecção do meio ambiente.

Artigo 3º
Constituem receitas da Associação, a jóia e quotas dos associados, cujo montante será fixado em Assembleia Geral, quaisquer donativos ou subsídios que lhe sejam atribuídos e receitas de qualquer natureza.

Artigo 4º
  1. Os associados podem ser efectivos ou honorários.
  2. Serão efectivos, para além dos fundadores da associação, todas as pessoas, entidades e instituições que prossigam objectivos que se coadunem com o objecto desta pessoa colectiva.
  3. Serão honorários, as pessoas singulares ou colectivas às quais seja atribuída essa distinção, em reconhecimento de serviços relevantes prestados à Associação.

Artigo 5º
São deveres dos associados contribuírem para o desenvolvimento da associação e colaborarem na realização dos seus fins, pagando atempadamente a quota que venha a ser fixada pela Assembleia Geral.

Artigo 6º
São órgãos da Associação:
  1. Assembleia Geral
  2. Direcção
  3. Concelho Fiscal

Artigo 7º

A eleição dos membros dos órgãos da Associação será feita por escrutínio secreto, através de listas conjuntas apresentadas por qualquer associado.

Artigo 8º
Os mandatos dos órgãos sociais terão a duração de 3 anos.

Artigo 9º

A Assembleia Geral é constituída por todos os associados que se encontrem no gozo pleno dos seus direitos.

Artigo 10º
  1. A Assembleia Geral é constituída por um presidente e dois secretários
  2. O presidente é substituído em caso de impedimento pelo primeiro secretário.

Artigo 11º
A Assembleia Geral deverá reunir obrigatoriamente no mês de Janeiro de cada ano, para apreciar o relatório de contas do ano anterior.

Artigo 12º
As Assembleias Gerais são convocadas pelo presidente da mesa, por meio de aviso postal expedido para cada um dos associados, com a antecedência mínima de oito dias.

Artigo 13º

Podem ser convocadas assembleias gerais extraordinárias, a pedido de um quinto do número de associados.

Artigo 14º
Compete à Assembleia Geral:
  1. Eleger e destituir os membros da mesa, direcção e concelho fiscal, aprovar o orçamento, contas e apreciar a actividade da direcção e do concelho fiscal e fixar as quotas e jóias dos associados.

Artigo 15º
A direcção é constituída por cinco membros, um presidente, um secretários, um tesoureiro e dois vogais.

Artigo 16º

Compete à direcção: cumprir e fazer cumprir os presentes estatutos e as deliberações da assembleia geral; representar a associação em juízo e fora dele; praticar quaisquer actos que sejam necessários à prossecução dos fins da associação; gerir os seus bens e organizar o funcionamento dos seus serviços, devendo apresentar anualmente as contas da sua administração à assembleia geral; elaborar no início de cada ano um plano de actividades; solicitar a convocação de assembleias gerais nos termos estatutários; exercer todas as demais funções que lhe sejam atribuídas por lei ou estatutos.

Artigo 17ª
Compete ao presidente da direcção representar e vincular a associação, presidir às reuniões de direcção e executar as deliberações.

Artigo 18º

A direcção reunirá mensalmente e as suas deliberações deverão constar de acta assinada pelos membros.

Artigo 19º

A associação obriga-se com a assinatura do presidente da direcção ou com as assinaturas conjuntas de dois dos seus membros.

Artigo 20º

O conselho fiscal é composto por três associados: um presidente e dois vogais.   Artigo 21º
O conselho fiscal reunirá semestralmente a fim de fiscalizar a actividade os órgãos associativos, controlar os livros e documentos da contabilidade e dar o seu parecer sobre o relatório de contas da direcção.

Artigo 22º
A Associação dissolve-se nos casos previstos na lei e quando a Assembleia Geral assim o deliberar por maioria de três quartos do número de todos os associados
 
Informações do XVIII Passeio Todo o Terreno
2017-09-21 10:00:19

Inscrições on-line em ... Ler mais



Inscrições no XVIII Passeio TT
2017-09-21 09:51:34

Ler mais


Subscreva a nossa newsletter e receba todas as novidades e eventos no seu e-mail.

 



788517 Visitas



Desde 3 de Setembro de 2008
 
 
 
© Trilhos do Estreito 2017

Desenvolvido por citricweb.pt
 
 
Oleiros
Logo Oleiros